painel

domingo, 30 de outubro de 2011

                    Minhas vida com os pontos”.!?

Sob meu olhar jugo- me... Mais do que necessário,
Seria realmente necessário julgar-me?
Seria ou não seria eu.
Entre tantos verbos voadores um paira sobre meus olhos
- ser
Sou o que sou e não mudo!
Ou
Sou o que sou e não mudo?

Diferentes sinais trocam todo o sentido, trazendo a
Afirmação por terra ou seria ao contrario?

Por isso julgo-me!

Concluo que a vida me deu alguns sinais nem todos foram bonitos (e não mesmo!)
Ou não deram o sentido positivo, porem desentortei algumas interrogações para
Transformá-las em exclamações e dei um ponto final.

Talvez não faça sentindo aos olhos que pairam sobre as letras, talvez não agora
Mas  em algum momento você se verás puxando, distorcendo algumas ou uma que seja
 Interrogação e a transformando em uma grande e por que não imperante exclamação

Ah e o que falar desses pontos tão pequeninos porem decisivos que algum de nós
(não eu!) temos dificuldade de usar. (ponto final) é melhor nem entrar em detalhes
Quanto a esse assunto; vamos por um ponto final?
     

E com o passar do tempo aprendemos que em algumas ocasiões é melhor por
  A exclamação junto à interrogação, para não antecipar o sofrimento alheio ou
O nosso não é mesmo?!

Talvez não seja certo usar esses dois ponto, e em algum lugar um professor de
Português (o meu, por exemplo) esta me xingando, mas a vida é assim nem sempre
Ganhamos, mas sempre vai haver os três pontinhos para abrir o caminho.

Tudo bem se você esta entre aspas me chamando de maluca!
Mas sei que em algum momento ou poster você vai usar os parênteses para
Dizer que sou “maluca” (beleza)!   

10 comentários:

  1. Boa tarde, querida amiga.
    Adorei!!
    Uma simples pontuação pode mudar uma vida inteira.
    Acho que todo mundo que é do "bem", parece "Maluco beleza".

    (Muito obrigada pelas suas belas palavras).
    Estava com saudades!

    Esse mundo virtual é igual aqui fora mesmo... O cotidiano nos dispersa, à nossa revelia.

    Tenha uma linda semana de paz e alegrias.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Mudamos a vida e consequentemente, haveremos que mudar o sinal, quando a escrevermos. Interrogações são esclarecidas e exclamações chegam aos gritos. Os sinais não definem nossas vidas, somos nós que os definimos, pela forma como a vemos e descrevemos.
    Muito interessante seu texto!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Olá querida!
    Gostei do texto.
    Estava com saudades deles.

    beijinho amada.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia...mas gostei e certamente vou voltar!
    BShell

    ResponderExcluir
  5. desentortar a pontuação que nos amarra, restringe, consome... mas define. é tão duro, por vezes, saber pontuar a vida...
    beijinho com saudades daqui e de ti!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia querida!
    Muito lindo ser assim especial.
    Beijos
    :D

    ResponderExcluir
  7. entre parenteses, virgulas, exclamaçoes, interrogaçoes, vamos eguindo ao ponto final…com reticencias...

    ResponderExcluir
  8. É com “Palavras” que pintarei sonhos
    Navegarei mares, voarei sobre o azul do Mar
    Aqui virei com elas pintadas de ternura
    Aqui dexei um pouco do meu sonhar

    Foi um gosto aqui passar


    Terno beijo

    ResponderExcluir
  9. Querida liberdade,

    Seu modo de escrever é impressionante!
    Você passeia com tanta facilidade entre as formas de escrever,
    Tem pôster seu que quando leio lembram-me aqueles livros mais
    antigo com palavras mas requintadas sem um certo contado com
    o leitor nesse por exemplo você nós convida explicitamente .
    Seja um desabafo social, um poema sensual, um poema regional,
    Você sempre surpreende positivamente!

    Um bejio!

    ResponderExcluir
  10. olá Liberdade!

    só quem te conhece sabe o quanto maluca beleza você é.

    adorei!

    ResponderExcluir