painel

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

flor de metal

                                    Flor de metal


Flor de metal, espinho de ferro
Fria beleza, de pura bruteza,
Flor de metal espinho de ferro
De triste  e fria grandeza
Bruteza em um  florescer.
Flor de metal dos vales secos
 Sem cor.
Flor de metal regada de dor.
Flor de metal, espinho de ferro
Fere o infame semeador...

Flor de metal, que adorna
O peito do intrépido belicoso.

Flor de metal oriunda magistral
Do simples haver.
Flor de metal de fria beleza
 justificação de uma nobre bruteza.
Resistente flor de metal que resisti
A soturnidade ancestral.

14 comentários:

  1. quantas vezes o frio metal ilumina e incandesce jardins de rudeza necessária para que outras flores, as de pétalas de primavera, possam desabrochar em peitos mais-que-perfeitos?
    magnífico, querida amiga!
    beijinho!

    ResponderExcluir
  2. Minha linda.
    Cá estou e com muitas saudades.
    Desculpa a correria e a falta de tempo.
    Mas que bom que fostes por lá, me deixar teu aroma de liberdade e carinho.
    És especial, mesmo quando eu demoro a vir te abraçar.
    Nunca esqueça tá?

    Beijinho amada.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que todos nós cultivamos uma flor de metal. Muito bom!

    Deixo meu beijo e desejo a vc uma ótima tarde!

    Estou esperando por vc no Alma!

    ResponderExcluir
  4. Resistir e vencer, eis a maior beleza da nossa natureza...
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  5. Minha flor,

    Nem me fale em tempo, sumiço, que eu sei bem como são essas coisas!
    Qto ao texto, eu acho que no fundo a gente conserva flores de metal.
    Faz parte..

    Um abraço imenso pra ti!

    ResponderExcluir
  6. O metal é um receptor incrível de calor e frio. Belo poema. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. O triste é quando nos tornamos uma flor de metal.

    Belíssimo poema.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Lindo poema Liberdade!..
    Um beijo grande em seu coração e um belíssimo fim de semana para você!

    Verinha

    ResponderExcluir
  9. Hola amiga!

    Lindo poema!

    De uma realidade gritante. Sem perceber ou quem sabe por puro instinto de sobrevivência, trocamos pétalas suaves pela força do metal, e então, ferimos.

    ResponderExcluir
  10. Esqueci,

    Bjs e excelente final de semana.

    ResponderExcluir
  11. ♪°º✿
    ˛♫ Olá, amiga!
    Nunca vou querer uma flor dessas...
    Bom fim de semana!
    Cheio de alegria e muita paz.
    Beijinhos.
    Minas
    º°✿
    ✿♥ ° ·.
    ˛✿♪

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Primeira metáfora do gênero que leio.

    O que tenho a acrescentar são os versos da Rosa Solidão: http://rosasolidao.blogspot.com/

    Sem mais.

    Bjuxxx e xeroo

    Juliana Carla
    brailledalma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Minha querida

    Desculpe entrar assim, mas passei e gostei do que li e resolvi seguir.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  14. BOM DIA!

    AMADA,SUAS PALAVRAS SÃO FEITO UM PUNHAL NA CARNE!

    BEIJOS!

    ResponderExcluir